terça-feira, 24 de julho de 2012

O sol não danifica o vidro ao entrar nele

O sol não danifica o vidro ao entrar nele ou através dele; o sol resplandecente passa através do vidro transparente Eu sou o Criador do Céu e da Terra, uno na divindade com o Pai e o Espírito Santo. Eu sou aquele que falou aos profetas e aos patriarcas e o único a quem esperavam. Para cumprir seus desejos e de acordo com minha promessa, assumi a carne sem pecado e, sem concupiscência, entrei, assim, no corpo virginal de minha Mãe, como o sol que brilha através do mais claro cristal. O sol não danifica o vidro ao entrar nele ou através dele; também desta forma, a virgindade de Minha Mãe puríssima não foi tocada quando assumi minha natureza humana. E assim me fiz homem e, por isso, não deixei de ser Deus e nem me tornei menor que o Pai e o Espírito Santo, na Divindade, embora submisso à natureza humana quando a assumi no ventre virginal de minha Mãe. Assim como a luminosidade jamais é separada do fogo, também minha divindade jamais foi separada de minha humanidade, nem mesmo na morte. Mensagens de Jesus para Santa Brígida da Suécia, Révélations Célestes (Revelações Celestes) livro I, capítulo 1 www.saintbirgitta.com/portuguese/book

Nenhum comentário:

Postar um comentário